NATAL DO SENHOR JESUS

CELEBRAÇÃO DA NOITE

“O nome que lhe foi dado é: Príncipe da Paz!”

 

RITOS INICIAIS

 

Animador: Irmãos e irmãs, nesta noite santa, queremos exultar de alegria, pois Deus cumpre sempre suas promessas! Chegou o Messias esperado, na simplicidade da gruta de Belém! É Deus que assume nossa vida terrena, para levar todos para o céu. Glória a Deus nas alturas, e na terra paz a todos de boa vontade! Cantemos:

 

1. CANTO INICIAL

 

2. ACOLHIDA

 

Min: Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.  Todos: Amém.

Min: A graça de Deus, nosso Pai e de Jesus Cristo, que nasce nesta noite, trazendo a paz, esteja convosco.

Todos: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

 

3. ATO PENITENCIAL

Min:   No início  desta  celebração,  peçamos  a  conversão do coração, fonte de reconciliação com Deus e com os irmãos e irmãs. (Breve momento de silencio). CANTEMOS.

 

Min: Deus de bondade, / tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados / e nos conduza à vida eterna. Todos: Amém.

 

4. ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO.

A pessoa que preside dirige-se ä comunidade:

Min: Cumpriu-se o tempo! A Celebração do Advento encerrou-se para nós. Ouçamos a proclamação do grande acontecimento:

 

Min: Transcorridos muitos séculos desde que Deus criou o mundo e fez o homem à sua imagem; séculos depois de haver cessado o dilúvio, quando o Altíssimo fez resplandecer o arco-íris, sinal de aliança e de paz; / vinte e um séculos depois do nascimento de Abraão, nosso pai; / treze séculos depois da saída de Israel do Egito, sob a guia de Moisés; / cerca de mil anos depois da unção de Davi, como rei de Israel; / na septuagésima quinta semana da profecia de Daniel; / na nonagésima quarta Olimpíada de Atenas; / no ano 752 da fundação de Roma; / no ano 538 do edito de Ciro, autorizando a volta do exílio e a reconstrução de Jerusalém; / no quadragésimo segundo ano do império de César Otaviano Augusto, enquanto reinava a paz sobre a terra, na sexta idade do mundo, JESUS CRISTO, DEUS ETERNO E FILHO DO ETERNO PAI, QUERENDO SANTIFICAR O MUNDO COM A SUA VINDA, FOI CONCEBIDO POR OBRA DO ESPÍRITO SANTO E SE FEZ HOMEM. TRANSCORRIDOS NOVE MESES, NASCEU DA VIRGEM MARIA, EM BELÉM DE JUDÁ.

Eis o Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, segundo a natureza humana.

Venham, adoremos o Salvador!

Ele é Emanuel, Deus Conosco!

 

5. GLÓRIA E ENTRONIZAÇÃO DA IMAGEM DO MENINO JESUS

(Entoa-se o glória e, enquanto isso, uma criança, acompanhada por duas pessoas com velas, a imagem do Menino Jesus e a coloca num lugar previamente preparado, em destaque. A pessoa que preside incensa a imagem)

 

6. ORAÇÃO DO DIA

Min: Oremos (Breve silêncio) Ó Deus, que fizestes resplandecer esta noite santa com a claridade da verdadeira luz, concedei que, tendo vislumbrado na terra este mistério, possamos gozar no céu sua plenitude. Por Nosso Senhor Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Todos: Amém.

 

LITURGIA DA PALAVRA

 

Animador:  O amor zeloso de Deus realiza maravilhas por nós. O grande sinal é a luz que vem da pequena Belém de Judá. O Menino Jesus vem simples e se manifesta primeiro aos pequenos. É este Menino que vem nos trazer a salvação. Ouçamos

 

7. PRIMEIRA LEITURA (Is 9,1-6)

Livro do Profeta Isaías.

O povo, que andava na escuridão, viu uma grande luz; para os que habitavam nas sombras da morte, uma luz resplandeceu. Fizeste crescer a alegria e aumentaste a felicidade; todos se regozijam em tua presença como alegres ceifeiros na colheita, ou como exaltados guerreiros ao dividirem os despojos. Pois o jugo que oprimia o povo - a carga sobre os ombros, o orgulho dos fiscais - tu os abateste como na jornada de Madiã. Botas de tropa de assalto, trajes manchados de sangue, tudo será queimado e devorado pelas chamas. Porque nasceu para nós um menino, foi-nos dado um filho; ele traz aos ombros a marca da realeza; o nome que lhe foi dado é: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai dos tempos futuros, Príncipe da paz. Grande será o seu reino e a paz não há de ter fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reinado, que ele irá consolidar e confirmar em justiça e santidade, a partir de agora e para todo o sempre. O amor zeloso do Senhor dos exércitos há de realizar essas coisas. Palavra do Senhor.

Todos: Graças a Deus.

 

8. SALMO

 

Hoje nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, o Senhor.

 

• cantai ao Senhor Deus um canto novo, / cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! / Cantai e bendizei seu santo nome!

 

• Dia após dia anunciai sua salvação, / manifestai a sua glória entre as nações/ e entre os povos do universo seus prodígios!

 

• O céu se rejubile e exulte a terra, / aplauda o mar com o que vive em suas águas; / os campos com seus frutos rejubilem/ e exultem as florestas e as matas.

 

• Na presença do Senhor, pois ele vem, / porque vem para julgar a terra inteira. / Governará o mundo todo com justiça/ e os povos julgará com lealdade.

 

9. SEGUNDA LEITURA (Tt 2,11-14)

Carta de São Paulo a Tito.

Caríssimo, a graça de Deus se manifestou trazendo salvação para todos os homens. Ela nos ensina a abandonar a impiedade e as paixões mundanas e a viver neste mundo com equilíbrio, justiça e piedade, aguardando a feliz esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo. Ele se entregou por nós, para nos resgatar de toda maldade e purificar para si um povo que lhe pertença e que se dedique a praticar o bem. Palavra do Senhor.

Todos: Graças a Deus.

 

10. CANTO DE ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

 

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!

1. Eu vos trago a Boa Nova / de uma grande alegria: / é que hoje vos nasceu / o Salvador, Cristo, o Senhor.

 

11. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO (Lc 2,1-14)

 

Min: O Senhor esteja convosco.

Todos: Ele está no meio de nós.

Min: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Luca.

Todos: Glória a vós, Senhor.

 

Min.: Aconteceu que, naqueles dias, César Augusto publicou um decreto, ordenando o recenseamento de toda a terra. Esse primeiro recenseamento foi feito quando Quirino era governador da Síria. Todos iam registrar-se, cada um na sua cidade natal. Por ser da família e descendência de Davi, José subiu da cidade de Nazaré, na Galileia, até a cidade de Davi, chamada Belém, na Judeia, para registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. Enquanto estavam em Belém, completaram-se os dias para o parto, e Maria deu à luz o seu filho primogênito. Ela o enfaixou e colocou na manjedoura, pois não havia lugar para eles na hospedaria. Naquela região havia pastores que passavam a noite nos campos, tomando conta do seu rebanho. Um anjo do Senhor apareceu aos pastores, a glória do Senhor os envolveu em luz, e eles ficaram com muito medo. O anjo, porém, disse aos pastores: “Não tenhais medo! Eu vos anuncio uma grande alegria, que o será para todo o povo: hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um Salvador, que é o Cristo Senhor. Isto vos servirá de sinal: Encontrareis um recém-nascido envolvido em faixas e deitado numa manjedoura”. E, de repente, juntou-se ao anjo uma multidão da corte celeste. Cantavam louvores a Deus, dizendo: “Glória a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens por ele amados”.

Palavra da Salvação.

Todos: Glória a vós, Senhor.

 

Pode ser retomado o canto de aclamação.

 

12. PROFISSÃO DE FÉ

 

Todos: Creio em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra. E em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria; padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. Desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus; está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo; na santa Igreja católica; na comunhão dos santos; na remissão dos pecados; na ressurreição da carne; na vida eterna. Amém.

 

13. ORAÇÃO DOS FIÉS

(Orações do Dia ou espontâneas).

 

14. RITO DA PAZ

 

Min: A paz do Senhor esteja convosco.

Todos: O amor de Cristo nos uniu

Min: Irmãos e irmãs, como filhos e filhas do Deus da paz, saudemo-nos com um gesto de comunhão fraterna.

 

RITO DE LOUVAÇÃO E AÇÃO DE GRAÇAS

 

15. COLETA FRATERNA

E o momento de trazer donativos ou oferta em dinheiro para as necessidades da comunidade, enquanto a assembleia canta um canto apropriado.

 

16. ENTRADA COM O PÃO CONSAGRADO

(O ministro coloca o pão consagrado sobre o altar)

 

17. ORAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS

 

Min: o Senhor esteja convosco.

Todos: Ele está no meio de nós

Min: Damos graças ao Senhor, nosso Deus

Todos: É nosso dever e nossa Salvação

 

Min: Ó Pai, Jesus Cristo, o vosso Filho se encarnou em nossa história; Ele, a luz da glória brilhou hoje para nós,

Todos: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

 

Min: Ó Pai, Jesus Cristo se tornou Deus visível aos nossos olhos; n'Ele aprendemos a amar a divindade que não vemos.

Todos: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

 

Min: O Pai, Jesus Cristo tornou-se visível em nossa carne; gerado antes dos tempos, entrou em nossa história para erguer o mundo decaído.

Todos: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

 

Min: O Pai, Jesus Cristo, restaurando a integridade do universo, introduziu no Reino dos Céus, a humanidade redimida; n'Ele realiza-se o maravilhoso encontro, que nos dá vida nova em plenitude.

Todos: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

 

Min: O Pai, Jesus Cristo assumiu nossa fraqueza, e a nossa natureza humana' recebeu incomparável dignidade; Ele se tornou um de nós e nós nos tornamos eternos.

Todos: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

 

Min: Pela Palavra do Evangelho de Vosso Filho, fazei que as Igrejas do mundo inteiro caminhem na unidade e sejam sinais da presença do Cristo ressuscitado. Tornais esta comunidade cada vez mais sinal de vossa bondade.

Todos: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

 

Min: Lembrai-vos, ó Pai, dos nossos irmãos e irmãs que morreram na paz de Cristo... (lembrar os falecidos da comunidade), e de todos os falecidos, cuja fé só vós conhecestes; acolhei-os junto a vós, na luz da vossa infinita misericórdia.

Todos: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

 

Min: Ó Deus, criador do céu e da terra, os nossos louvores e as nossas preces cheguem a vós pelas mãos daquele que é nosso único mediador, Jesus Cristo, nosso Senhor.

Todos: Amém!

 

RITO DE COMUNHÃO

 

18.  PAI-NOSSO

 

Min: Guiados pelo Espírito de Jesus e iluminados pela sabedoria do evangelho, ousamos dizer:

Pai nosso, que estais nos céus, / santificado seja o vosso nome; / venha a nós o vosso reino, / seja feita a vossa vontade, / assim na terra como no céu; / o pão nosso de cada dia nos dai hoje; / perdoai-nos as nossas ofensas, / assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido; / e não nos deixeis cair em tentação, / mas livrai-nos do mal. Amém.

Min.: Pois vosso é o Reino, o poder e a glória para sempre.

 

19. CONVITE A COMUNHÃO

 

Min: Assim disse Jesus: "Eu sou o pão vivo, que desceu do céu. Se alguém come deste pão, viverá eternamente”. Eis o cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo.

Todos: Senhor, eu não sou digno(a) de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo(a).

 

20. ORAÇÃO PÓS-COMUNHÃO

 

Min: Oremos: (pausa) Senhor nosso Deus, ao celebrarmos com alegria o Natal do nosso Salvador, dai-nos alcançar por uma vida santa seu eterno convívio. Por Cristo, nosso Senhor!

TODOS: Amém.

Todos: Amém.

 

21. AVE-MARIA

 

Ave Maria, cheia de graça.

O senhor é convosco.

Bendita sois vós entre as mulheres.

Bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, mãe de Deus.

Rogai por nós, pecadores.

Agora e na hora da nossa morte.
Amém.

 

RITOS FINAIS

 

(Podem ser dados neste momento os avisos que interessam a comunidade)

 

22. ORAÇÃO DE BÊNÇÃO SOBRE O POVO

Min: O Deus de infinita bondade, que, pela encarnação do seu Filho, expulsou as trevas do mundo e, com seu glorioso nascimento, transfigurou esta noite santa, expulse dos nossos corações as trevas dos vícios e nos transfigure com a luz das virtudes.

Todos: Amém.

 

Min: Aquele que anunciou aos pastores pelo anjo a grande alegria do nascimento do Salvador, derrame em nossos corações a sua alegria e nos torne mensageiros do Evangelho.

Todos: Amém.

 

Min: Aquele que, pela encarnação de seu Filho, uniu a terra ao céu, nos conceda sua paz e seu amor e nos torne participantes da Igreja celeste.

Todos: Amém.

 

Min: Abençoe-nos o Deus todo-poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo.

Todos: Amém.

 

23. DESPEDIDA

Min: Irmãos e irmãs, na alegria da encarnação de Jesus Cristo em nossa história, expressemos com nosso cumprimento o voto de um feliz Natal e vamos em paz e que o Senhor nos acompanhe.

Todos: Graças a Deus!

 

24. CANTO FINAL

 

 

Feliz Natal

Desejamos a todos um Santo e Feliz Natal. Que o menino Jesus, nossa única e verdadeira esperança, possa gerar vida nova no coração de cada um!!!