VIGÍLIA (Caroline)

04/08/2012 22:59

 

Ficai aqui e vigiai comigo” (Mt 26, 38b).

 

“Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca” (Mt 26, 41. Mc 14,38).

 

O significado da palavra Vigília no contexto litúrgico, segundo o dicionário Aurélio é: Estado de quem, durante a noite, vela permanentemente acordado. Desvelo, cuidado, dedicação. Véspera de festa.

 

O costume de fazer Vigília é bem antigo. Na Bíblia, os Israelitas dividiam a noite em três vigílias, sendo cada uma de quatro horas (Jz 7.19); No tempo de Jesus, provavelmente seguindo os costumes romanos as vigílias eram divididas em quatro, com 3 horas cada uma (Mt 14,25). (CATECISMO:LER 672)

Na Igreja Católica é comum se fazer Vigília nas grandes festas como, por exemplo, a Vigília Pascal. "Segundo uma antiquíssima tradição, esta é a noite de vigília em honra do Senhor" (Ex 12, 42).

A Vigília Pascal, realizada na noite do Sábado Santo, é o momento em que toda Igreja, através de orações, leituras das Sagradas Escrituras e entoando Salmos, se prepara para a Celebração da Ressurreição de Cristo e Sua vitória sobre a Morte e o pecado, libertando-nos da condenação e garantindo para nós a vida eterna. A celebração Eucarística é o ápice da Noite Pascal. É a Eucaristia central de todo o ano, mais importante que a do Natal ou da Quinta-feira Santa. Cristo, o Senhor Ressuscitado, nos faz participar do seu Corpo e do seu sangue, como memorial da sua Páscoa.É também costume em nossa Igreja termos a Vigília de Pentecostes, quando a Igreja se reúne em oração para rogar a vinda do Espírito Santo, tal como Maria, os apóstolos e os seguidores de Cristo o fizeram antes do grande derramamento do Dom do Pai que deu início a Igreja Católica.

         A Vigília Eucarística, que novamente em nossos dias os católicos voltaram a participar com tanto fervor, é um momento em que durante uma noite, ou parte dela, os fieis se reúnem para adorarem Jesus, diante do Santíssimo Sacramento, entoando louvores e ações de graças na presença do Rei dos reis.

 

A Vigília Eucarística é para os católicos um momento de graça, não somente por estar na presença do Senhor, vivo e presente na Hóstia Sagrada, da qual Ele afirmou ser Seu Corpo, mas também por poder, já aqui, participar de um momento eterno que teremos, quando ao final de nossa vida formos chamados ao céu e lá adorarmos para sempre o Senhor dos Senhores.

 

A Vigília Eucarística, que dura um tempo maior que a Adoração ao Santíssimo, é a oportunidade que temos para ficar em silêncio e contemplar a Face do Senhor, adorando-O com todo o nosso ser, contemplando-O e meditando em Sua Palavra. Também podem ser momentos que, com orações, cânticos e louvores expressamos nossa fé, nossa adoração e nossa alegria por esse Deus que se humilhou, se tornou um pequenino pedaço de pão para que O tivéssemos bem perto de nós, encontrando Nele a força, o consolo, a esperança, o ânimo, o seu carinho e Amor a acolher todo (a) aquele (a) que se prostra diante de Sua presença Real e Divina e quer saciar-se em Sua fonte de Amor, encontrando repouso e abrigo em Seu amantíssimo Coração.

 

Questões

1 ) Cite um exemplo em que há  virgilia na sagrada escritura?

2) O que significa a palavra VIRGILIA?

3) Como era dividido o horário da virgilia israelita e romana?