COOPERAÇÃO

https://carreirasepessoas.files.wordpress.com/2012/08/parceiro2.jpgA Linha

 

CATEGORIA: Cooperação
 

OBJETIVOS: Promover o conhecimento do grupo. Fortalecer o senso de colaboração entre os participantes.  

 

PARTICIPANTES: no mínimo 8 participantes  

 

MATERIAL: Um banco, borda de jardim ou tronco de árvore, de uns 25cm de largura por 30cm de altura (o suficiente para colocar-se os participantes postados em cima deste, e lado a lado, de forma que não se consiga passar facilmente por outro companheiro sem forçá-lo a cair).  

 

PROCEDIMENTO:

Sobre o banco ou tronco, coloca-se o grupo (se este for de 8 a 15 participantes) ou as equipes formadas de 8 integrantes cada uma (se o local não permitir acomodar-se todas as equipes ao mesmo tempo dever-se-á conduzir a dinâmica por turnos, alternando com outras atividades para as demais equipes, se for o caso). Os participantes estarão em linha, lado a lado, e voltados para o facilitador.

O facilitador pedirá então que as equipes se organizem em ordem alfabética de nome, dando 10 segundos para que executem a tarefa. A regra é que não se pode colocar o pé no chão ou apoiar-se em parede ou outro objeto que esteja próximo ao local.

Este jogo é colaborativo e depende de um perfeito sincronismo da equipe para que consigam êxito. As falhas não necessariamente precisam ser anotadas pois o principal é a colaboração e a participação de todos.

Passados os 10 segundos o facilitador pode pedir outras formas de organização às equipes, tais como: por altura, mulheres à esquerda e homens à direita, por tempo de profissão, por signo, time de futebol, mês de aniversário, etc.

http://www.123colorare.com/images/stelle/stelle-4.png

https://pensarpoliticamente.files.wordpress.com/2015/03/pesquisa_boneco.jpg?w=425&h=282&crop=1

GRUPOS DE CONCENSO

 

Categorias: Coletivos, cooperação e união
 

Objetivos: Desenvolver a conduta individual na busca de um consenso coletivo.  

 

Nº de Participantes: Não há limites  

 

Material: Não necessita material  

 

Procedimento:

O grupo receberá uma situação e deverá chegar a um consenso. O facilitador também pode fazer com que cada um chegue a seu consenso, e depois pode chegue em consenso em grupo.

 

Situação:


"Você assumiu a gerência de um departamento de uma firma terrivelmente desorganizada. A sua missão objetiva é exatamente corrigir as irregularidades existentes. Para isso você tem plenos poderes. Você terá como primeira função, demitir metade dos seus funcionários. Portanto, dos funcionários abaixo, escolha 5 que deverão permanecer com você na empresa e 5 que deverão ir embora".

 

  1. O Sr "A" tem cinqüenta anos de idade, sendo vinte no emprego. É rabugento, mal humorado e lento.
  2. A senhorita "B" é secretária, muito bonita, mas de baixíssimo QI. Tem vinte e três anos, é assídua e pontual. É péssima em datilografia.
  3. O Sr "C" é jovem de dezenove anos, de bom potencial, mas bastante indisciplinado e impontual. Já sofreu várias punições, mas comenta-se que é apadrinhado de um diretor.
  4. O Sr "D" é um sujeito muito competente, apesar de muito nervoso e violento. Tem o mal habito de gritar com as pessoas.
  5. A Sra. "E" é excelente datilógrafa, mas muito fofoqueira. Ocupa o telefone o dia inteiro batendo papo e fazendo fofocas. Além disso, tem saúde fraca, o que a faz ausentar-se com freqüência.
  6. O Sr "F" é economista, exímio na área econômico-financeira. Contudo, tem o vício da embriaguez, o que faz ausentar-se muito e ser grosseiro com asa pessoas. Anda sempre armado.
  7. O Sr "G" é ex-toxicômano, recém saído de um tratamento. Admitido há menos de um mês, ainda não mostrou suas qualidades.
  8. A senhorita "H", escrituraria bilíngüe. Não leva o trabalho muito a sério, pois seu sonho é ser atriz, de cinema. Nos último doze meses, já mudou de emprego 4 vezes.
  9. A Sra. "I" viúva de cinqüenta e nove anos. Exímia arquivista, mas de péssimo relacionamento. É a mais antiga na firma. Tem sérios problemas cardíacos, em razão não pode ser contrariada.
  10. O Sr "J" passa o dia contando piadas, ou fazendo brincadeiras de mau gosto. Sua única vantagem é a força física descomunal que possui, útil para trabalhos pesados. É muito preguiçoso.

http://www.123colorare.com/images/stelle/stelle-4.png

 

http://guiadcomercial.com.br/guiad/uploads/slider/boneco-ouvindo.jpg

DANÇA DO JORNAL

 

Objetivos: manter o equilíbrio

 

Material: uma folha de jornal para cada participante; cd de música bem animada


Procedimento:
- distribuir as folhas de jornal (uma para cada participante).
- o grupo deve ficar de pé, no centro da sala;
- o facilitador explica que irá colocar uma música e que os participantes devem dançar sobre a folha de jornal que receberam.

NÃO VALE SEGURAR EM NENHUM OBJETO E NEM DANÇAR FORA DO JORNAL;

- Colocar a música e deixar que os participantes dancem sobre a folha de jornal;

- Parar a música e pedir que os participantes dobrem a folha de jornal (uma dobra);

- Colocar a música novamente e pedir que dancem sobre a folha dobrada.

- Parar a música e pedir que dobrem a folha novamente;
- Proceder dessa forma até que a folha de jornal esteja toda dobrada e os participantes não consigam mais dançar sobre ela;

- Observar se os participantes mantiveram o equilíbrio apoiando-se uns nos outros ou se cada um preocupou-se apenas consigo mesmo;


FECHAMENTO:
A ajuda mútua é fundamental para que o grupo possa conseguir alcançar o objetivo comum. O sucesso do grupo depende do sucesso de cada um.

http://www.123colorare.com/images/stelle/stelle-4.png

 

http://photos1.blogger.com/blogger/2752/3508/320/untitled.jpgBARBANTE

Objetivo:
Levar as pessoas a buscarem soluções simples para problemas que parecem grandes.

 

Material:
Dois pedaços de barbante de 1m

 

Como Fazer:

A dinâmica é feita com duas pessoas. Amarra-se as pontas do barbante em cada pulso de uma pessoa deixando uma pequena folga. Faz-se o mesmo com a outra pessoa, porém passando o barbante por dentro do barbante da primeira. Os participantes tem um tempo para se separarem.

O barbante não poderá ser rompido.

As pessoas que estiverem fora podem dar sugestões.

A dinâmica termina quando o tempo se esgotar ou os participantes conseguirem se soltar.

 

Observaçőes:
Esta dinâmica pode ser usada em reuniões com temas sobre problemas do grupo, coordenação, cooperação, planejamento; querendo demonstrar que coisas que parecem difíceis ou impossíveis podem ter soluções fáceis.